Artigos

Quinta-feira, 21 de julho de 2005
Carga Imediata em Implantação Unitária


Immediate Load in a Single-thooth Implantation - Report of a case.

Helena Aparecida LEITE *
Daisy F. Linhares de A. SCHMIDT *

UNITERMOS: Osseointegração; Ósseo-fibrointegração; Carga imediata.

ABSTRAT

Immediate implant load was a routine procedure at the so called conventional implantology. Following the osseo-fibro integration fundaments, it reached a rate of successe of about 50%.
The Osseo integrated implantology was based on a two step protocol. On the first one, a surgical implant installation at the bone would take place and would remain resting for period of 4 to 6 months. After that, the second step, where the prosthesis would be manufactured and installed, would take place.
There is a believe that, under some circumstances, the immediate load could be accepted without any harm to the osseo regeneration or the obtainment of the osseo integration.

SINOPSE

Carregar implantes imediatamente já foi procedimento de rotina na implantodontia chamada convencional. Fundamentada na ósseo-fibrointegração, apresentava um índice de aproximadamente 50% de sucesso.
A implantodontia osseointegrada surgiu fundamentada em um protocolo composto por dois tempos. No primeiro seria efetuada no osso a instalação cirúrgica do implante que permaneceria em repouso por um período de 4 a 6 meses, para então ter início o segundo tempo, no qual a prótese seria confeccionada e instalada.
Acredita-se que em determinadas circunstâncias, a carga imediata pode ser concebida sem qualquer prejuízo ao reparo ósseo a obtenção da osseointegração.

* Especialista em Implantodontia.

INTRODUÇÃO

A implantodontia osseointegrada surgiu fundamentada em um protocolo composto por dois tempos. No primeiro o implante é instalado na intimidade óssea, a partir de uma cirurgia controlada, sendo mantido em repouso por um período que varia de 4 meses (para mandíbula) a 6 meses ( para maxila), na busca de ancorá-lo por tecido ósseo vitalizado capaz de ser remodelado ao ser submetido as cargas mastigatórias.
Um dos fatores desfavoráveis a esta proposta é a expectativa e ansiedade do paciente, que na maioria dos casos reluta pela espera necessária à reabilitação final.
Diversos autores têm demonstrado que essa expectativa pode ser atendida prontamente em casos selecionados onde a mecânica a que o implante seria submetido não o desestabilizasse, provocando micromovimentos que impedissem a osseointegração.
Embora existam autores que relacionem essa possibilidade ao desenho do implante, atribuindo, por exemplo, ser a carga imediata possível exclusivamente quando implantes cônicos são utilizados, a literatura mostra osseointegração nos mais variados desenhos de implantes, inclusive os convencionais ( FEIGEL & MAKEK, 1989; PASSI, MARIN & MIOTTI, 1989; TAKESHITA et al., 1989; EMBACHER, 1993; MENEZES et al., 1999; DUYCK et al., 2001; CHIAPASCO et al., 2001; GANELIS et al., 2001; PETRUNGARO, 2001; TESTORE et al., 2001), sugerindo o que tal fato não está relacionado ao desenho mas sim a estabilidade do implante.
Esse trabalho relata um caso clínico bem sucedido de uma implantação com carga imediata em implante cilíndrico.

CASO CLÍNICO

Paciente A.A.J., 24 anos, sexo masculino, fumante (4 cigarros/dia), com 1.85 m de altura e pesando 84 Kg, apresentou-se ao consultório odontológico, com ausência do elemento dental 12, perdido devido a trauma (Fig. 01). Todos os outros dentes estavam em boas condições.

Fig. 01 - Aspecto clínico, da área cirúrgica.

A deformidade óssea resultante da perda deste elemento foi corrigida por regeneração óssea guiada e após uma espera de 7 meses, foi executada a implantação de um cilindro com dimensões de 3.3 mm de diâmetro por 14.5 mm de comprimento (Sistema Colosso/Emfills Ind. e Com. Ltda).
A radiografia panorâmica (Fig.02 e 03) e a tomografia linear (Fig. 04), utilizadas para o planejamento da implantação, indicavam boa condição óssea em altura e espessura.



Fig. 02 - Radiografia panorâmica.

Fig. 03 - Detalhe da área cirúrgica.

Foi realizada incisão crestal, sem relaxantes laterais, ligeiramente para palatino, com intuito de conseguir uma melhor estética, e descolamento mucoperiostal nas faces vestibular e palatina.


Fig. 04 - Incisão e descolamento.

A seguir foram utilizadas brocas seqüenciais para a confecção do alvéolo artificial para alojar o implante.

Após a implantação do cilindro, foi adaptado um pilar estético com cinta de 2 mm, e diâmetro correspondente ao do implante. (Fig. 05 e 06).

Fig. 05 - Cilindro implantado.

Fig. 06 - Pilar estético adaptado.

Confeccionou-se uma coroa oca em resina fotopolimerizável, que foi fixada ao pilar estético com cimento provisório. (Fig. 07).

Fig. 07 - Adaptação e fixação da prótese provisória.

Como a altura de tecido gengival era favorável, a sutura utilizada foi a Blair-Donatti. (Fig. 08)
Foram feitos os ajustes oclusais em protusão, lateralidade e latero-protusão de maneira que não houvesse contatos exclusivos na coroa. (Fig. 09).

Fig. 08 - Sutura. Fig.

9 - Ajuste oclusal.

Embora o paciente tenha sido orientado a não cometer esforços excessivos sobre a coroa, sua alimentação não foi limitada.


DISCUSSÃO

No acompanhamento clínico e radiográfico, realizados em 30-60-90 e 120 dias após a cirurgia, não foram observadas sinais ou sintomas, tais como mobilidade do implante, dor e radiolucência periimplantar, que sugerissem perturbação no desencadeamento normal da osseointegração. (Fig. 10).


Fig. 10- Radiografia inicial e após 120 dias

A intensidade da carga imediata sobre essa implantação não foi suficiente para desestabilizar o implante e impedir a osseointegração.

CONCLUSÃO

A colocação de implante com carga imediata se constitui numa excelente alternativa para atender a expectativa do paciente.
O sucesso da implantação com carga imediata, está diretamente relacionado a uma adequada seleção, planejamento e execução de cada caso.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

FEIGEL, A.; MAKEK, M..The Significance of Sinus Elevation for Blade Implantology - Report of an autopsy Case. Journal of Oral Implantology, Vol. XV, nº four, p. 237-248,1989.
PASSI, P.; MARIN,V. T. W.; MIOTTI, A.. Histologic Investigation on two Titanium Screw Dental implants in Humans. Quintessence International, Vol. 20, nº 6, p. 429-434, 1989.
TAKESHITA, F. et al.. A Quantitative study on the Interface Between bone Tisssue and Blade-vent Implants Using the Image Processing System. Journal of Oral Implantology, Vol.XV, nº three, p. 154-159, 1989.
EMBACHER, A. Fº.. Osseointegração em Implante Agulhado de Scialon. Revista da Associação Paulista de Cirurgiões dentistas, Vol. 47, nº Jan/Fev, p. 973-976, 1993.
MENEZES, H. H. M. et al.. Implantes com Carga Imediata. Aplicação da Técnica à Overdenture. 3i Innovations Journal, Vol. III, nº 2, Julho/Dezembro, p. 26-31, 1999.
DUYCK, J. et al.. The influence of Static and Dynamic Loading on Marginal Bone Reaction around Osseointegrated Implant: an Animal Experimental Study. The International Journal of Oral and Maxillofacial Implants, Vol. 12, fasc.3, p. 207-218, mês 6, 2001.
CHIAPASCO, M. et al.. Implant-retained Mandibular Overdenture with Branemark System MK II Implants: A Prospective Comparative Study Between Deliayed and Immediate Load. The International Journal of Oral and Maxillofacial Implants, Vol. 16, fasc.4, p. 537-546, mês 7-8, 2001.
GANELIS, J. et al.. Immediate Load of Implant with Fixed Restorations in the Completely Edentulous Mandible: Report of 27 Pacients from a Private Practice. The International Journal of Oral and Maxillofacial Implants, Vol. 16, fasc. 3, p. 418-426, mês 5-6, 2001.
PETRUNGARO, P. S.. Immediate Restoration of Dental Implants in the Aesthethic Zone. Dental Implantology Update, Vol. 12, nº 12, p. 89-96, 2001.
TESTORE, T. et al.. Immediate Load of Osseotite Implant: A Case Report and Histologic Analysis After 4 Month of Occlusal Load. The International Journal of Periodontology, Vol. 21, fasc.5, p. 450-459, mês 10, 2001.