Avaliação do Desempenho do Torquímetro Implantodôntico Colosso Submetido à Ciclagem Mecânica

No presente estudo in vitro, avaliou-se o desempenho do torquímetro implantodôntico Colosso (Emfils , Itu, SP, Brasil) submetido à ciclagem mecânica. Foram utilizados 15 torquímetros novos e sem uso que foram aferidos inicialmente por um medidor analógico de torque Tohnichi (modelo BTG60CN, Tóquio, Japão). Na seqüência foram submetidos à ciclagem mecânica em uma máquina de ensaio até 10.000 ciclos. Em intervalos de 1000 ciclos os torquímetros eram novamente aferidos nas graduações de 10, 20 e 30 N.cm.

 

Os resultados mostraram que inicialmente os torquímetros apresentaram valores de torque um pouco abaixo dos valores nominais, mas não foram estatisticamente significantes. Até os primeiros 500 ciclos não houve diferença estatisticamente significante dos valores obtidos dos torquímetros e os valores nominais de 10, 20 e 30 N.cm. Os torquímetros tiveram perda significativa de calibração (p<0,05) após os 1.500 ciclos, restabelecendo a calibração aos 10.000 ciclos.

 

A reabilitação com próteses sobre implantes tem ocupado um lugar de destaque na odontologia e vem evoluindo a cada dia. Contudo, o profissional envolvido com a implantodontia tem que estar atento aos vários aspectos desta modalidade reabilitadora que exige não somente conhecimentos biológicos como também princípios mecânicos relacionados ao aperto das próteses sobre implantes. O método mais comumente utilizado para se apertar próteses sobre implantes é com a chave manual. Estudos têm demonstrado ser este método imprevisível e inconsistente, podendo ter como resultado valores de torque bastante variados, tanto entre profissionais como também para um mesmo profissional.¹ ² ³ O fato de não saber que torque está empregando pode levar o profissional a apertar os parafusos das próteses sobre implantes inadequadamente. O aperto insuficiente pode causar o afrouxamento da conexão aparafusada podendo provocar injúrias aos tecidos de suporte, bem como fadiga ou mesmo fratura do parafuso. O aperto excessivo pode ocasionar fratura do parafuso ou danificar as roscas tanto do parafuso como da parte interna do implante. 4,5,6

 

Dr. Humberto Chierighini Mureb
Mestrado em Prótese Dentária pelo Centro de Pós-Graduação São Leopoldo Mandic-Campinas/S.P.

Prof. Dr. Milton Edson Miranda
Mestrado em Prótese Dentária pelo Ohio State University
Doutorado em Prótese Dentária pela Universidade de São Paulo Prof. Doutor da C.P.O. São Leopoldo Mandic — Campinas

Prof. Dr. José Virgílio de Paula Eduardo
Mestrado em Prótese Dentária pela Universidade de São Paulo
Doutorado em Prótese Dentária pela Universidade de São Paulo

Prof. Dr. Marcelo Luchesi Teixeira
Doutorado em Prótese Dentária pela Universidade de São Paulo

Prof. Doutor em Prótese Dentária
pela C.P.O. São Leopoldo Mandic- Campinas