Veja como fazer um planejamento financeiro para seu consultório odontológico

Veja como fazer um planejamento financeiro para seu consultório odontológico

Você sabia que o consultório odontológico também precisa realizar um planejamento financeiro? Afinal, embora seja um estabelecimento de saúde, ele é uma empresa e, como tal, precisa de uma boa gestão para manter-se forte no mercado.

Organizações de todos os setores podem ter as suas estruturas abaladas se não fizerem o devido controle das suas finanças. Por isso, é fundamental entender a fundo o planejamento financeiro e colocá-lo em prática.

Neste artigo, explicaremos o seu conceito e a importância, além de trazermos algumas dicas para realizar um bom controle das finanças no consultório odontológico. Continue lendo para entender esse processo e fazer a sua clínica crescer cada vez mais.

O que é o planejamento financeiro?

O planejamento financeiro é uma ferramenta utilizada para gerenciar as finanças de um negócio com o intuito de conhecer ao certo as suas contas. Ele envolve diversas etapas e ações que possibilitam traçar estratégias e conhecer a situação da empresa, suas despesas, lucros, entre outros fatores que envolvem a questão financeira.

Esse planejamento deveria começar antes de dar início ao empreendimento, seja ele de qual espécie for. Isso porque, para abrir uma empresa, é preciso saber qual é o investimento necessário, calcular o tempo para obter lucro, conhecer as despesas mensais, fazer estimativas de renda, e assim por diante.

Quando bem elaborado e controlado, o planejamento financeiro permite fazer investimentos mais inteligentes evitando que a empresa ou, nesse caso, o consultório, faça dívidas em excesso e tenha gastos desnecessários ou fique estagnado em seu crescimento. Por isso, é a ferramenta ideal para quem deseja continuar forte no mercado e expandir o seu negócio.

Como fazer um bom planejamento financeiro?

Um recurso tão importante quanto o planejamento financeiro precisa ser muito bem elaborado e gerenciado para, de fato, mostrar-se eficaz. Mas, para quem não está familiarizado com a área de finanças ou administração, pode haver dúvidas na hora de organizá-lo.

Por isso, a seguir, trazemos algumas dicas que vão ajudar a calcular as finanças de um consultório odontológico de uma forma mais simples. Confira!

Calcule o capital de giro

No começo, toda empresa requer investimentos e não traz lucros. Afinal, ela precisa ser montada, estruturada e divulgada para, depois, começar a atrair o público, repor o valor investido e começar a gerar uma renda.

Sendo assim, o planejamento financeiro deve ser elaborado com o cálculo do capital de giro que será necessário para manter o consultório enquanto ele está se pagando. Esse valor será utilizado para cobrir as despesas fixas e variáveis em um determinado período e envolve as contas de:

  • água;
  • energia elétrica;
  • telefone;
  • aluguel;
  • internet;
  • salários;
  • materiais;
  • insumos e outros.

Então, é preciso analisar com cautela tudo aquilo que gera gastos para o consultório, fazer a somatória do total e reservar o capital de giro para garantir o pagamento dessas despesas.

Estime o faturamento mensal

É fundamental conhecer o faturamento mensal do consultório para saber qual é o lucro que ele está gerando. Lembrando que o valor total arrecadado não é lucro, porque é necessário reservar aquilo que é destinado para despesas, salário, pró-labore e capital de giro.

Portanto, além de toda essa divisão de valores, o consultório precisa gerar um valor a mais, que será aquele destinado para fazer novos investimentos tanto na estrutura como em equipamentos, novas tecnologias e na formação dos profissionais, para melhorar cada vez mais o atendimento.

Controle e analise o fluxo de caixa

O fluxo de caixa consiste no controle das entradas e saídas financeiras e o ideal é que ele seja registrado diariamente. Esses dados ajudam a identificar a receita do dia para saber se o caixa fechou com lucro ou não.

Isso também permite, depois de algum tempo, observar a sazonalidade do seu consultório. Por meio dela, identificamos os períodos de maior movimento e aqueles mais fracos para adotar medidas que ajudem a atrair os pacientes, garantindo a estabilidade dos ganhos.

Entenda o que é o pró-labore ou divisão de lucros

Os funcionários contratados recebem o seu salário com base no cargo que ocupam. No entanto, os sócios do consultório não são assalariados, mas precisam receber por seu trabalho. Sendo assim, a sua renda é chamada de pró-labore.

Trata-se de um valor fixo destinado ao pagamento mensal deles, mas que se diferencia do salário por não agregar benefícios e direitos, como férias ou 13º. O total é acordado entre os sócios, mas precisa ser condizente com o lucro do consultório.

Faça o controle de estoque

O controle de estoque é mais um item fundamental no planejamento financeiro, afinal, é preciso investir em materiais, equipamentos, insumos, entre outros, que fazem parte da rotina do consultório.

Mas é importante saber aquilo que se tem e o que está em falta para não haver desfalque e nem investimento naquilo que não é necessário. Isso porque itens de sobra no estoque ou perdas por causa do vencimento são dinheiro perdido para a empresa.

Gerencie os fornecedores

O sucesso do consultório odontológico também depende do suporte recebido por seus fornecedores. É fundamental encontrar empresas parceiras que ofereçam um bom custo-benefício e tenham uma ótima variedade também.

Além disso, é preciso que consigam repor os materiais sem falhas e garantam a continuidade da distribuição dos produtos que você utiliza. Então, anote todos os aspectos importantes dos seus fornecedores e seus dados, para que você possa avaliar aqueles que trabalham de acordo com as suas necessidades e os que deixam a desejar em seu atendimento.

Utilize softwares de controle financeiro

Uma das melhores alternativas para fazer o planejamento e o controle das finanças do seu consultório odontológico é adotar um software de gestão financeira. Esses programas ajudam a registrar os dados de uma forma mais prática, evitando os erros que comumente acontecem quando a organização é feita de forma manual em papel.

Com essa tecnologia, conseguimos automatizar diversos processos, minimizando as intervenções humanas. Assim, reduzimos as burocracias, tornamos a tarefa mais prática e ainda conseguimos reunir com sucesso todas as informações para gerar relatórios e fazer análises posteriores.

Analise os dados

O planejamento financeiro requer muitas anotações e registros, que são fundamentais para analisar e conhecer ao certo a situação das finanças do seu consultório. Mas isso acontecerá apenas se você, de fato, estudar tudo que foi registrado.

Periodicamente, faça essa análise de dados para observar quais são as despesas do seu negócio, avaliar se elas podem ser reduzidas, se há possibilidade de novos investimentos, se é preciso fazer algum ajuste, entre outros. Isso ajudará a controlar melhor o fluxo financeiro, possibilitando o crescimento ordenado do consultório.

Qual a importância do planejamento financeiro?

Como você pode ver, o planejamento financeiro é muito importante para, de fato, conhecer os gastos, despesas e ganhos do consultório odontológico. O ideal é que cada detalhe seja registrado, porque mesmo os menores valores fazem grande diferença no final das contas.

Com essa organização das finanças, fica muito mais fácil definir as estratégias para possibilitar o crescimento do negócio, melhorar o atendimento aos pacientes ou até mesmo aumentar o pró-labore dos sócios.

Dessa forma, cada passo é dado com mais precisão, minimizando as chances de decisões equivocadas e promovendo o melhor aproveitamento do lucro obtido. A finalidade é evitar que o consultório acumule dívidas e possibilitar que as melhorias aconteçam gradativamente.

Realizando o planejamento financeiro do modo correto, você minimiza as chances de fracasso e aumenta as de sucesso. Ele não é complicado, apenas requer atenção e, com o uso da tecnologia, tudo fica simplificado. Então, não deixe de utilizar esse recurso tão importante para aumentar o seu destaque no mercado e alcançar a estabilidade econômica.

Quer mas dicas para gerenciar o seu consultório e melhorar o seu atendimento? Então, assine a nossa newsletter e receba conteúdos diretamente em seu e-mail!

1 thought on “Veja como fazer um planejamento financeiro para seu consultório odontológico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *